Comitê Olímpico Internacional elogia preparativos do Rio para as Olimpíadas 2016

Notícias recentes sobre o que acontece de mais importante voltar

Rio 2016

 

O Comitê Olímpico Internacional (COI) elogiou os preparativos do Rio de Janeiro para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016. Durante coletiva de imprensa nesta quarta-feira (25/02/15), a presidente da Comissão de Coordenação do COI, Nawal el Moutawakel, disse estar confiante de que todas as obras serão entregues dentro do cronograma estabelecido.

– O presidente do COI, Thomas Bach, esteve aqui e ficou muito feliz com tudo o que viu. Estamos impressionados com o progresso das instalações para os Jogos e com o andamento das obras. Vimos um sólido progresso nesta visita – afirmou a presidente da comissão.

Meio ambiente

A presidente da Comissão de Coordenação do COI ressaltou que a despoluição da Baía ficará como legado para a população fluminense.

– O Governo do Estado nos confirmou que diversas obras estão sendo feitas para garantir os níveis de sustentabilidade e para que os atletas possam competir em condições saudáveis e seguras, além de ser um legado dos Jogos – disse Nawal.

Transportes

Em relação às obras para construção da Linha 4 do metrô, que ligará a Barra da Tijuca e Ipanema, Nawal disse que o Estado apresentou garantias de que o cronograma será cumprido.

– O metrô e o BRT (Bus Rapid Transit) são intervenções que ficarão para a população do Rio e para todos que visitarem a cidade porque fazem parte do legado. O cronograma às vezes é apertado, mas temos garantias de que será cumprido. O metrô e o BRT são necessários para os Jogos, para a cidade e para o país. A obra será finalizada a tempo – afirmou Nawal.

O diretor-executivo da Comissão de Coordenação do COI, Christophe Dubi, reconheceu o esforço do Estado para entregar a obra dentro do prazo.

– A previsão está mantida para junho e acho que o governo teve um desempenho fantástico, fez um esforço incrível diante das dificuldades que apareceram – disse Dubi.

O presidente do Comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman, acrescentou que a obra de mobilidade urbana não estava no Dossiê de Candidatura da cidade e que foi incluída pelo Governo do Estado.

– O trabalho do Metrô Linha 4 é um dos mais longos e difíceis. Essa obra não estava no Dossiê de Candidatura da cidade, mas o Governo do Estado se prontificou a realizá-la – afirmou Nuzman.

Segurança

A presidente da Comissão afirmou que a garantia da segurança na cidade durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos é a prioridade do país.

– Recebemos novamente garantias de todos os níveis de governo de que a segurança é uma prioridade para o país. Além disso, o programa das UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora) já nos traz muitos resultados positivos – disse Nawal.

Fonte: Secretaria de Imprensa do Rio de Janeiro